Treinamento de EPI’s – Para que serve? Minha empresa precisa?

Tempo de leitura: 6 minutos

Olá tudo bem? Em algum momento você já ficou na dúvida em saber como elaborar um treinamento de EPI’s, para que serve e o quão importante é este tipo de ação. Portanto, neste material vamos abordar todos os aspectos essenciais deste assunto.

Mas afinal, o que são e para que serve os EPI’s?

Vamos começar entendendo o que significa essa sigla; EPI’s quer dizer: Equipamentos de Proteção Individual. Pronto! Mas se resume apenas nesse conceito? Não. São equipamentos que cada trabalhador deve possuir, que serve para garantir sua integridade física no ambiente de trabalho. Minimizar possíveis riscos de acidentes que possam estar suscetíveis a ameaçar a saúde e segurança do trabalhador pode ser considerado com um dos principais objetivos destes equipamentos.

Todo equipamento deve ser entregue pela empresa ao empregado sem nenhum ônus (de forma gratuita) relacionado à sua atividade exercida, deve estar em perfeito estado, deve possuir o certificado de aprovação e estar apto a ser utilizado pelo trabalhador para assim, garantir a sua segurança.

Os EPI’s são regulamentados pela norma de nº06 (NR6) do Ministério do Trabalho e Emprego, onde: “todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos e suscetíveis de ameaçar a segurança e  a saúde no trabalho”.

Abaixo segue uma lista com exemplos de alguns equipamentos que fazem parte do seu dia-a-dia q e que talvez você nem saiba que são extremamente importantes para o exercício de qualquer atividade dentro de uma empresa:

  • Capacete;
  • Óculos;
  • Protetor facial;
  • Protetor auricular;
  • Proteção do tronco;
  • Respirador;
  • Luvas;
  • Calçados;
  • Mangas;
  • Cinturão;
  • Macacão.

A necessidade do uso de cada um destes equipamentos varia de acordo com o tipo de atividade/função que é exercida pelo trabalhador dentro da empresa, que pode estar passivos a possíveis riscos de acidentes de trabalho.

Norma Regulamentadora – NR 6: Sobre o uso dos EPI’s

O uso de quaisquer tipos de equipamentos de proteção individual por parte do trabalhador deve ser feito somente quando medidas de proteção coletiva não forem suficiente mais eficientes para eliminar possíveis riscos de acidentes no ambiente de trabalho.

Dessa forma, listamos abaixo algumas das atribuições relacionadas ao uso dos EPI’s conforme a NR 6

Cabe à empresa:

  • exigir seu uso;
  • orientar e treinar o trabalhador sobre o uso adequado do equipamento;
  • substituir o equipamento de forma imediata em caso de extravio ou dano;
  • fornecer ao trabalhador apenas equipamento que esteja de acordo com o certificado de aprovação;
  • comunicar ao Ministério do Trabalho quaisquer irregularidades, etc.

Cabe ao trabalhador:

  • ser responsável pela guarda e manutenção do seu equipamento;
  • comunicar à empresa/empregador qualquer alteração que torne inviável o uso do equipamento;
  • utilizar o EPI apenas para a finalidade que se destina;
  • cumprir as determinações exigidas pela empresa/empregador sobre o uso do equipamento.

Pronto! Já sabemos quais as responsabilidades tanto da empresa quanto do empregado em relação ao uso dos equipamentos de proteção individual. Agora, vamos expor pra você a importância de um treinamento de EPI’s, para que serve e por que sua empresa precisa.

Treinamento de EPI’s

Tem como objetivo principal promover a política de saúde e segurança dos trabalhadores dentro da empresa durante o exercício de suas funções. Dentro dessa promoção da saúde e segurança dos trabalhadores dentro da empresa, está também o objetivo de prevenir acidentes e doenças provenientes do trabalho ou função exercida.

Observar e expor as condições de riscos nos ambientes de trabalho; solicitar medidas para diminuir e extinguir os riscos existentes ou até mesmo neutralizá-los; debater os acidentes ocorridos;são algumas das medidas que devem ser adotadas para prevenir acidentes e ainda, guiar os demais trabalhadores quanto à prevenção de futuros acidentes dentro da empresa. Algumas de suas atribuições como:

  • Promoção de campanhas educativas sobre temas como alcoolismo, assédio moral e sexual, doenças em geral, etc;
  • Estudo do ambiente de trabalho e promoção da resolução de problemas que possam ocasionar acidentes de trabalho;
  • Realização de cursos, palestras e demais atividades que alertem os funcionários sobre acidentes e prevenção dos mesmos;
  • Produção de materiais informativos para serem veiculados dentro da empresa, com  dicas, comunicados etc.

Todo treinamento de EPI’s visa conscientizar o trabalhador do uso correto e conservação dos seus equipamentos de proteção individual. Mais importante que fornecer o equipamento  de proteção para o trabalhador é promover de forma incisiva a conscientização dos trabalhadores sobre os riscos e prejuízos à saúde decorrentes do não o uso dos equipamentos de proteção no seu ambiente de trabalho.

Sabemos que existem situações em que o trabalhador se sente desconfortável em relação ao uso do EPI que pode estar sendo feito de forma inadequada, onde é nesse momento que entra a importância e necessidade da realização de treinamentos.

É importante lembrar que…

Pode não parecer mas a sua, a minha…toda empresa precisa de treinamentos de EPI’s. Só o fato do trabalhador ter o conhecimento do uso correto do seu equipamento de proteção já proporciona benefícios para ele próprio e ainda mais para a empresa.

A importância de treinamentos sobre o uso correto dos equipamentos de proteção individual vai além do objetivo básico que já sabemos, proporciona a redução considerável de custos à empresa. Por exemplo: uma empresa que desenvolve atividades insalubres com nível de ruído acima do limite de tolerância, deve pagar o adicional de insalubridade de acordo com o grau de enquadramento, que pode variar entre 10%, 20% ou 40%.

Através de treinamentos é possível reduzir ou até mesmo eliminar os riscos os quais o trabalhador está exposto.

Deixando assim, a empresa isenta do pagamento do adicional de insalubridade e evitando problemas futuros relacionados à indenização por danos morais ou materiais decorrentes da falta de conhecimento sobre o uso correto dos EPI’s.

Podemos assim, concluir que…

Equipamentos de proteção individual – EPI’s, são os produtos ou dispositivos de uso individual utilizado pelo trabalhador com o objetivo de o proteger de riscos suscetíveis a ameaçar a sua saúde e segurança durante o exercício de sua função dentro da empresa.

O uso é obrigatório por todos, onde o trabalhador que se recusa ao utilizar seu equipamento está cometendo uma imprudência que reflete em ambos os lados: dele e da empresa por nao fiscalizar o uso dos EPI’s.

Treinamentos e ações relacionadas a importância do uso dos equipamentos de proteção reforçam a política de prevenção de acidentes, deixando sempre em primeiro lugar a saúde e segurança de todos que estão envolvidos no ambiente de trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.