Descubra por que sua Empresa também precisa de políticas de prevenção de acidentes

Tempo de leitura: 7 minutos

Olá tudo bem? Você sabe por que as políticas de prevenção de acidentes são tão importantes para as Empresas? Neste material, vamos ajudar você descobrir o porquê dessa importante ação preventiva.

Prevenção de Acidentes: O que é?

A prevenção de acidentes no ambiente de trabalho nada mais é do um conjunto de medidas que objetivam minimizar e combater os acidentes de trabalho, evitando custos adicionais para empresa através da preservação dos seus bens humano e material.

A segurança de todos dentro de toda empresa depende de cada um, tanto de empregados quanto de empregadores. O grande desafio de se implantar e trabalhar políticas de prevenção de acidentes é conseguir manter e reforçar a importância de se trabalhar em segurança.

Toda e qualquer função ou tarefa desempenhada, deve ser realizada da melhor forma possível, de maneira cuidadosa, organizada e planejada. É importante reforçar que nenhum trabalho é mais importante do que a segurança de todo trabalhador.

E como prevenir acidentes de trabalho?

A maneira mais eficaz de combater acidentes de trabalho através das políticas de prevenção de acidentes é identificar de fato, os reais motivos da causa desses acidentes.

Os acidentes de trabalho produzem inúmeros reflexos, pois envolvem a empresa, a vítima e os órgãos governamentais responsáveis pela investigação e responsabilização dos acidentes. Para empresa o acidente provoca descontinuidade na produção, pode significar danos materiais e principalmente dano humano.

Seja para prevenir ou evitar acidentes de trabalho é importante que haja disciplina e cooperação tanto da parte do empregadores quanto dos funcionários/colaboradores, tornando políticas de prevenção de acidentes em medidas simples e eficazes no seu objetivo dentro da empresa.

Medidas de prevenção também estão alinhadas às formas de prevenir de acidentes nos reforçando e explicando o porque que toda empresa precisa dessas políticas de prevenção de acidentes. Dessa forma, listamos algumas dessas medidas:

  • Conscientização

A conscientização trabalhada através de uma comunicação clara, simples e objetiva em relação aos riscos, medidas e políticas de prevenção de acidentes é importante na ajuda da manutenção da segurança do trabalho dentro de toda e qualquer empresa.

De acordo com a NR 9.5.2: “ Os empregadores deverão informar os trabalhadores de maneira apropriada e suficiente sobre risco ambientais que possam originar-se nos locais de trabalho e sobre os meios disponíveis para prevenir ou limitar tais riscos e para proteger-se dos mesmos”.

A divulgação de forma clara sobre os possíveis riscos expostos aos colaboradores da empresa precisa ser realizada pela mesma, para que de fato se possa aplicar medidas de prevenção de acidentes.

Essa divulgação pode ser feita através da elaboração de um mapa de risco da empresa, que tem como objetivo auxiliar na conscientização e orientar a respeito dos riscos e das próprias políticas de prevenção de acidentes dentro da empresa.

  • DDS – Diálogo Diário de Segurança

O Diálogo Diário de Segurança – DDS nada mais é do que um treinamento rápido e simples que aborda e explora assuntos relacionados à Segurança e Saúde do Trabalho.

Técnicos ou engenheiros de segurança do trabalho e/ou membros da CIPA são os profissionais mais indicados para organizar e realizar um treinamento de DDS dentro das empresas. Entretanto, de acordo com habilidades e níveis de conhecimento sobre determinado assunto, até mesmo um colaborador ou supervisor da empresa pode realizar o DDS desde que esteja apto à isso.

Diversos assuntos podem ser trabalhados e abordados em um treinamento de DDS, contanto que estejam relacionados à realidade da empresa e deus colaboradores. Treinamentos sobre primeiros socorros, uso de extintores de incêndio, uso de EPI’s por exemplo, são assuntos básicos que devem ser abordados em um DDS dentro de toda empresa.

Já um assunto específico como o uso de protetores auriculares em ambientes ruidosos também são abordados em treinamentos e fazem parte de políticas de prevenção de acidentes de muitas empresas.

  • PPRA – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais

O Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA é um documento de extrema importância para toda e qualquer empresa, que orienta para a proteção e saúde de todos na empresa, além de ajudar para uma boa gestão de Segurança e Medicina do Trabalho.

Como mencionamos acima, o mapa de riscos é forma da empresa divulgar os possíveis riscos dentro do ambiente de trabalho, e esse mapeamento realizado dentro do PPRA se torna uma ferramenta auxiliadora no monitoramento e controle dos riscos de acidentes dentro da empresa.

  • PCMSO – Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional

O Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional – PCMSO é um programa regulamentado pelo Ministério do Trabalho através da NR-07, que estabelece a obrigatoriedade da implementação e elaboração, por parte de todas as empresas e demais instituições que admitam trabalhadores como trabalhadores; com o objetivo promover e preservar a saúde de todos.

Em conjunto com várias outras medidas ou políticas de prevenção de acidentes, o PCMSO soma forças em prol da manutenção, promoção e preservação da saúde de todos os colaboradores/trabalhadores da empresa.

O médico do trabalho dentro de toda e qualquer empresa deve ser o responsável por esse tipo de programa,  que possui um caráter prevencionista.

Mapeamento e diagnóstico de agravantes relacionados à saúde do trabalhador, a constatação de casos de danos ou doenças do trabalho são alguns dos aspectos trabalhados pelo PCMSO dentro da empresa.

E então,descobriu…

Por que  sua empresa também precisa de políticas de prevenção de acidentes?

Através deste material esperamos que todas as suas dúvidas relacionadas a este assunto tenham sido sanadas, e que tenha ficado claro o porquê da sua empresa precisar de políticas de prevenção de acidentes.

Se a busca pela eficácia é um dos objetivos de todos os processos da sua empresa, isso já justifica o porquê de você investir e ter políticas de prevenção de acidentes. Tai políticas vão além do superficial, vão além da simples política prevencionista relacionada à acidentes do trabalho, chegando a maior bem  que toda empresa possui: o bem humano de todos os seus trabalhadores/colaboradores.

Podemos assim, concluir que…

Toda empresa independente do tamanho e ramo de atividade precisa ter de forma ativa políticas de prevenção de acidentes, e isso é um importante passo para se atingir o sucesso dentro dos diversos processos da empresa.

O ambiente de trabalho deve ser analisado através da elaboração de um mapa de riscos da empresa, onde aspectos como iluminação, riscos e ruídos por exemplo, são detalhados e divulgados para todos dentro da empresa.

O investimentos em serviços e produtos que auxiliam no gerenciamento da Saúde e Segurança do Trabalho dentro da empresa são necessários, bem como nas políticas de prevenção de acidentes.

Por fim, a conscientização é uma importante ferramenta dentro das políticas de prevenção de acidentes nas empresas, onde é necessário se deixar claro que é preciso investir e zelar pela segurança e saúde de trabalhadores, sendo que a responsabilidade é de ambos os lados.

Quer saber mais sobre este e outros assuntos? Entre em contato conosco e tire todas as suas dúvidas. 

Samed – Medicina e Segurança do Trabalho 

(98) 3221-1480 / samed@samed.med.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.