As 3 principais dicas de como reduzir acidentes de trabalho

Tempo de leitura: 5 minutos

Olá, como vai? Você deve saber que entender os acidentes de trabalho e seus principais motivos é o primeiro passo para preveni-los. Dessa forma, a informação é  a nossa ferramenta para darmos a você neste material as 3 principais dicas de como reduzir acidentes de trabalho.

Acidente de Trabalho: você sabe o que é?

Acidente de Trabalho é o acidente que ocorre quando o trabalhador está exercendo sua função a serviço da empresa e tem como consequência lesão corporal ou perturbação funcional que em alguns casos além de gerar perda ou redução da capacidade de trabalho, pode levar a óbito.

A fim de evitar situações como essa e importante que todo empregador seja ciente de que é o principal responsável pela prática e uso de medidas de prevenção coletivas e individuais dentro da empresa.

Informar sobre os possíveis riscos dentro da empresa é primordial para saber como prevenir acidentes de trabalho, e de como organizar, planejar e executar as medidas e políticas de prevenção .

E quais são os acidentes mais comuns?

Segundo dados do Ministério da Previdência Social, no Brasil, os acidentes mais comuns dentro das empresas são cortes, fraturas,golpes provocados por ferramentas, quedas e choques.

Vale lembrar que acidentes como esses são resultados de vários fatores, como negligência tanto da parte do empregado quando do empregador, más condições ou dificuldade no cumprimento do uso dos EPI’s, etc.

Muitos não sabem, mas os acidentes de trabalho trabalho podem desencadear doenças tanto ocupacionais como emocionais ao trabalhador.

Problemas de pele, alergias,irritações, lesão por esforço repetitivo (LER) e dores osteomusculares (DORT) são as doenças ocupacionais mais comuns e são consequência desses acidentes de trabalho. Percebe-se também um aumento no número de casos de câncer e distúrbios psiquiátricos por parte de trabalhadores que sofrem ou já sofreram algum tipo de acidente dentro da empresa.

Stress, ansiedade e depressão são as doenças que liderem o ranking das principais doenças emocionais decorrentes de algum tipo de acidente de trabalho. O excesso de pressão sofrido pelo trabalhador no seu dia a dia de trabalho por exemplo, é cada vez mais comum nos ambientes de trabalho, e pode até afastá-lo de sua função definitiva ou provisoriamente.

Saiba agora as 3 principais dicas de como reduzir acidentes de trabalho

  • Identifique, conheça e entenda os riscos na sua empresa

Para promover e manter o ambiente de trabalho da sua empresa seguro é importante que você conheça de fato quais os riscos que trabalhadores / colaboradores possam estar expostos e passivos.

A realização de análises ergonômicas do trabalho são  de extrema importância para se poder identificar e conhecer os riscos de trabalho, além de auxiliar na redução dos mesmos.

Toda e qualquer análise ergonômica é realizada com base nos seguintes pontos: levantamento, transporte e descarga individual de materiais; mobiliário do posto de saúde; equipamentos do posto de trabalho;condições ambientais e organização do trabalho. Todos regulamentados pela NR – 17 segundo o Ministério do Trabalho.

Alinhada a análise ergonômica deve-se elaborar o laudo ergonômico para que de fato se consiga identificar, monitorar e alterar quaisquer situações que possam prejudicar a saúde e segurança do trabalhador durante o exercício de sua função dentro da empresa.

Além disso, todo e qualquer risco pode ser antecipado através de uma técnica que visa a prevenção de acidentes: a análise preliminar de risco (APR). Tal técnica é regulamentada pela NR-4 e os riscos envolvidos na execução da função do trabalhador são identificados, e com isso podem ser evitados ou controlados em segurança dentro do ambiente de trabalho.

  • Preserve a Ergonomia

A Ergonomia tem como objetivo estudar a relação do trabalhador com seu ambiente de trabalho, onde busca evitar doenças e riscos de  possíveis acidentes de trabalho dentro da empresa.

Todas as condições de trabalho que podem afetar de alguma forma o trabalhador dentro da empresa são analisadas, como temperatura, iluminação, ruído, etc. Condições essas que a longo prazo podem impactar diretamente na qualidade do trabalho do trabalhador e na própria produtividade dentro da empresa.

O empregador deve saber que não é custo, e sim lucro ao se investir tempo e esforço para analisar as condições de trabalho de seus funcionários, e assim poder promover a saúde e segurança para todos que estão envolvidos.

Todo esse investimento pode ser feito através da(o):

  • Adaptação do mobiliário da empresa;
  • Fornecimento de EPI’s para os trabalhadores;
  • Fornecimento de equipamentos que auxiliem o trabalhador a ter uma melhor postura ao realizar sua função;
  • Prática de momentos de ginástica laboral em intervalos durante o expediente de trabalho.
  • Conscientize seus funcionários

Conscientizar seus funcionários é explicar a importância de se ter um ambiente de trabalho seguro, reforçando as expectativas e divulgando todas as informações necessárias e relevantes para todos da empresa.

Palestras,treinamentos,cartazes informativos e alertas de segurança por exemplo, ensinam e orientam funcionários sobre os riscos de acidente e ergonômicos que possam estar expostos dentro do seu ambiente de trabalho.

Vale lembrar que a conscientização dos funcionários dentro de uma empresa deve ser feita de forma coletiva quanto individual par a se poder demonstrar os riscos de acidentes em cada tipo de atividade exercida dentro da empresa.

Conscientização e educação são dois grandes aliados que juntos formam uma excelente ferramenta para se colocar em prática as políticas de prevenção de acidentes dentro de toda e qualquer empresa.

Quer saber mais sobre este e outros assuntos?

Entre em contato conosco e tire todas as suas dúvidas.

SAMED

Medicina e Segurança do Trabalho

(98) 3221-1480 / samed@samed.med.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.